FOLHA CULTURAL PATAXÓ

.

sábado, 15 de setembro de 2012

TEMPO MORTO


Os ventos chegaram
Deixaram as praças vazias
As pessoas se esconderam em casa
Trancaram portas e janelas

Os canhões tomaram conta das ruas
E ficaram apontados para as casas
A mordaça fechou as bocas

O tempo parou

Arnoldo Pimentel

Um comentário:

  1. Arnoldo tristes tempos estes descritos tão bem em sua bela poesia, beijos Luconi

    ResponderExcluir