FOLHA CULTURAL PATAXÓ

.

domingo, 29 de maio de 2011

MEDO


Ficou apenas o medo entre
As quatro paredes brancas
Totalmente brancas
O corpo nu e torturado
Com a alma violada
Ficou esperando
O anjo vir lhe buscar
Assim terminaria sua sina
Que começou
E se acabou
Quando quis ser livre
E poder voar

Um comentário:

  1. Oi menino, que texto lindo ...triste, mas lindo!
    Abraço
    Valeria

    ResponderExcluir